Uma velhinha em Chiang Mai

Chiang Mai, Tailândia, uma noite de ônibus de Bangkok, Chiang Mai, terra de colinas e elefantes (mas não "Colinas como elefantes brancos") e tribos.

Numa das ruas centrais, entre os templos (90% do país se afirma budista) e cafés e lojas de suvenires, nós a avistamos. A velhinha era bem velhinha, e tremente punha nacos de cocada mole na chapa pra dourar e depois os arranjava no palito.

"Olha, amor", mostrou a moça jovem ao marido, "Temos de comprar, né?".

E ele foi comprar, deu o dinheiro pra velhinha, foi então pegar a cocada.

Mas a velhinha desviou dele. Ela quis entregar o doce nas mãos da moça jovem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário